segunda-feira, 28 de janeiro de 2013



Senti saudades de você quando mais te tinha, senti meu coração acelerar e a mão gelar, o gosto arrependido do beijo, o quente do desejo e você estava ali, bem do meu lado.
Tinha o desejo de te ter pra sempre, mas um sempre de maneira bem sincera, um pra sempre que sempre tem outros sempre. Um arder de paixão, de momento. Um arder que me faz pensar em querer te ver segurando a minha cintura num domingo a tarde. Deitar em seu colo numa segunda a noite e esperar a noite do sábado, seja lá esse chuvoso ou ensolarado mais você estaria ali, se apoiando em mim.

Jaqueline Fortaleza

Nenhum comentário:

Postar um comentário