segunda-feira, 8 de agosto de 2011


"O amor vive no tempo porque deixa rastros.
Paixão se esquece, e amor nem enterrando acaba."
(Fabrício Carpinejar)


Nenhum comentário:

Postar um comentário