domingo, 14 de agosto de 2011

Pai ,

Meus sorrisos se construíram através dos seus  , meus passos de dança seguiam os seus. Minhas admiração é tão grande , meu amor tão intenso, que as palavras não saem quando tento descrever isso tudo.  

Me lembro que quando eu era crianças, meus medos clamavam por tua presença, e você sempre esteve presente. Minhas necessidades queriam seu colo , e você esteve sempre presente. 
Sempre tive o melhor pai do mundo , e nunca tive medo de dizer isso.
Pai, dizer  que te admiro é pouco, dizer que você é a minha inspiração, a minha fonte de amor , a minha vida , é pouco diante de tudo que eu sinto. 
Então, o eterno clichê me salva: Pai, eu te amo!
(Elline Fortaleza)

Nenhum comentário:

Postar um comentário