segunda-feira, 8 de agosto de 2011


"Eram dias parados aqueles. Por mais que se movimentasse em gestos cotidianos - acordar, comer, caminhar, dormir - dentro dele algo permanecia imóvel."

 (Caio Fernando Abreu)


Nenhum comentário:

Postar um comentário