terça-feira, 19 de julho de 2011

Foi-se o tempo !


E foi-se o tempo em que eu disperdiçava as minhas lágrimas somente por que mais um alguém me decpcionou. Foi-se o tempo em que eu me entregava sem medo, sem receio. Na verdade, nem me entrego mais. Não aceito mais promessas de estranhos, - estranhos , digo esses caras que entram na minha vida, prometem , saem , e tornam-se estranhos. Foi-se o tempo em que eu era boba, ingênua e boa pessoa. Foi se o tempo em que me iludiam, que me machucavam, me enganavam. Foi-se o tempo, e  tarde demais!
(Elline Fortaleza)

Nenhum comentário:

Postar um comentário