domingo, 1 de maio de 2011

Te amei.

Te amei, mesmo quando você não mereceu, mesmo quando todos diziam que você não servia pra mim, e que você só iria me fazer sofrer. Te amei mesmo quando você partiu meu coração e me fez de idiota. Te amei mesmo quando você mentiu, traio, me iludiu. Te amei, de uma forma tão ridícula, mais tão forte. Te amei da pior forma que se pode amar um outro alguém, pois foi enquanto te amava que eu esqueci de mim, foi te amando, que eu comecei a optar pelo teu sorriso ao invés do meu, foi por te amar. Te amei mesmo quando meu coração estava cansado, mais agora quem cansou fui eu, e não suporto mais te amar mais que a mim mesma. Não dá!
(Elline Freitas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário