segunda-feira, 16 de maio de 2011

"Exatamente assim. Pesada, sufocada. Sabe,eu acho que não sei fechar ciclos, colocar pontos finais , eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando , vou dando muito de mim, e aceitando o pouquinho que os outros tem para me dar." Esse é um dos meus erros: me entregar demais, acreditar demais, e depois ficar sem entender porque as coisas são tão efêmeras.
Mesmo com tristeza, o que é perfeitamente normal, sinto-me bem porque sei que fiz o que pude, falei o que pensei, mudei quando foi preciso (e,olha, minhas mudanças foram ótimas e serão permanentes) e fui sincera sempre, em todos os momentos, em cada conversa, em cada mensagem.
Pé na bunda pode até te empurrar pra frente, mas dói, certo? CERTO!
E quem disse que a dor não te faz crescer?



(Caio Fernando Abreu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário