domingo, 24 de abril de 2011

Aprendi que os grandes amores acabam, e que as grandes amigas mentem. Aprendi, que não vai adiantar fica em casa chorando por alguém que não merece nem o meu bom dia. E também não vale a pena chorar por quem merece, lágrima é uma demonstração de sentimento profundo, não pode ser desperdiçada. Aprendi que mesmo com todos os defeitos, minha mãe é a única amiga que eu tenho. E com toda falta de jeito, meu pai é o único homem que não vai me decepcionar amorosamente. Aprendi que sou mais forte do que pensam, e que  quase tudo que dizem ao meu respeito é um equívoco. Aprendi na dor. Sofri muito mais do que aparento ter sofrido, até mesmo por ter aprendido que a pena dos outros não me faz bem algum. Cheguei à conclusão que eu sou bem mais do que acreditam que eu seja mais eu não preciso mais que ninguém acredite em nada.

(Elline Fortaleza)

Nenhum comentário:

Postar um comentário